Não me lembro da ultima vez em que realmente escrevi. Não escrever por escrever, mas escrever para mim, para quem não me pode ouvir. Tenho tanto para dizer e nenhuma ponta por onde começar. Por hoje fica assim, e já me soube a muito. 

Sem comentários: