Às vezes questiono-me.. Afinal de contas até que ponto é que as pessoas mudam realmente? Quando lhes convém, efectivamente. Mudam para mostram que isso realmente aconteceu, mas quando se sentem na zona de conforto novamente voltam a ser o que sempre foram, o que realmente são. Parvos são aqueles que acreditam que o ser humano consegue deixar de ser aquilo que realmente é. Ninguém muda, apenas por um curto espaço de tempo. Eu não mudo, nunca hei-de mudar, tal como tu hás-de ser sempre o mesmo. A diferença é que entre mudar e corrigir erros, existe algo a que chamam escolhas.

Sem comentários: