por favor não vás


“Amanhã pede um desejo” foram as ultimas palavras que entoaram na minha cabeça pouco segundos antes de adormecer… Reviro-me na cama, uma e outra vez, ouço um tilintar como granizo a ressaltar no vidro da minha janela, percebo que não se trata de um sonho. Levanto-me da cama ainda ensonada e dirijo-me para a janela do meu quarto. Ao abrir as cortinas macias como seda, reparo que não estava a chover granizo, muito pelo contrário, estava um dos dias mais maravilhosos de sempre. O sol raiava, quase queimando a minha íris agora contraída em reflexo da intensa claridade. Num acto de reflexo desvio o olhar do céu em direcção ao meu jardim. Ele estava lá, de pé a olhar para mim, com um molhe de pedrinhas na mão, e com o seu maravilhoso sorriso branco no rosto. Sorri, ele fez-me sinal para descer. Olhei para o relógio: 11.11h da manha, percebi de imediato a razão pelo qual me dissera para pedir um desejo ontem. Inspirei fundo, e desejei que hoje fosse mais um dia inesquecível, que ficássemos juntos para sempre. Peguei no vestido que me ofereceras na noite anterior e olhei para ele: era lindo! Dava-me por cima do joelho, azul e com estampado florar, e uns folhos simples. Na cintura tinha um cinto castanho. Sentei-me no tocador, peguei na escova e penteei os meus longos cabelos escuros. Costumava sentar-me durante horas a penteá-los, mas hoje não demorara mais que dois minutos. Corri pelas escadas desalmadamente ate alcançar a porta do alpendre. Lá estava ele, sentado a beira da arvore, cabelo desalinhado, calças rotas, sempre de skate na mão. Corri para os seus braços. Jackson agarrou-me pela cintura e beijou-me o labio inferior. Soltou as maos e olhou-me de alto a baixo, voltou a agarrar-me, dando-me um outro beijo mais intenso, apaixonado, unico. Os seus labios aproximavam-se agora do meu pescoço, e consegui ouvi-lo sussurrar ''Hoje estas linda, princesa''. Olhei para os chao rodeado de folhas secas alaranjadas e senti a face adquirir um tom rosado. Ele levantou-me o queixo e disse ''shh, e assim mesmo que tu es, linda!''. Agarrei-lhe na face, olhei-o nos olhos castanhos cor de avelã, e disse-lhe: nao e assim que me sinto. Jackson pegou-me ao colo ate ao alpendre de madeira da minha casa, sentou-se no chao e eu permaneci no seu colo. De rosto colado ao seu peito conseguia ouvir os seus batimentos cardiacos com clareza ao ritmo dos meus. Abracei-o, e beijei-o vezes sem conta, como se fosse este o ultimo momento que iria sentir o seu calor. Num movimento cauteloso, pegou em mim como se pegasse em algo fragil e leve como uma pena, e sentou-me a seu lado. No seu rosto fazia-se denotar agora uma expressao menos pacifica, Jackson tinha um ar triste, quase podia jurar que se soltara uma lagrima. Levou a mao ao meu cabelo soltando o gancho que o prendia, e com ele começou a gravar na madeira do meu alpendre em letras grandes ''Jackson & Rosie - Desde sempre, para sempre''. As suas lagrimas caiam sobre a gravura profunda e visivel, ao que perguntei:


- Porque choras, jackie?
- Porque hoje e o ultimo dia que te vou poder abraçar, beijar, tocar-te nos cabelos, ouvir o teu choro no meu peito, sorrir com o teu sorriso. Choro por te amar, e nao mais te poder ter. O simples facto de te ir perder para outro, consome-me por dentro. Eu Amo-te, mas vou partir. E por isso deixo aqui os nossos nomes, para que o que houve entre nos fique contigo para sempre enquanto estiveres viva e morares aqui. Porque tu para mim és e sempre serás a única mulher que algum dia me completou.


Nisto as lágrimas soltaram-se e perdi-me nos seus braços, beijei-o uma ultima vez e sussurrei ainda a soluçar: vou ser sempre tua, estejas onde estiveres, vás onde vás. Foste o único que eu amei, e assim sempre serás. Eu amo-te meu príncipe, por favor fica, por favor não vás.

30 comentários:

Joana Santos disse...

Está lindo o teu blog amor :$
ja tenho saudaades tuas, relamente o blogspot melhorou :p
Eu tambem tenho um blog aqui, vou dar-lhe uso visto que isto anda mais bonito :p

Uma Leitora disse...

Este texto apesar de um bocado comprido, esta simplesmente uma doçura. Esta mesmo muito lindo, mesmo muito sentido. Nota-se que escreves com o coraçao e que estas apaixonada :)

Amora disse...

Está lindo!! :')

Sara disse...

Obrigado, Uma Leitora :)

Amora disse...

Está grande mas como é fácil de ler não parece tão grande como é :p

Danni disse...

Como consegues escrever textos tao lindos? eu tento e tento mas nao consigo.

Sara Santos disse...

era mesmo bom!

Sara disse...

Danni, nao considero os meus textos assim tao bons, mas experimenta escrever o que te vai na alma. Esta 'historia' saiu-me assim do nada, apareceu-me de repente na cabeça*

Isabel disse...

Está lindo, lindo *.*

Danni disse...

Mas sao muito bons mesmo, Sara

Isabel disse...

Tem que ser :b
Oh, a sério Sara? (:

Isabel disse...

Ora essa querida (:

joanabogalho disse...

é verdade $:
o texto está lindo e o blog perfeito adoro *
vou seguir $:

Dre' disse...

Mais um texto excelente de uma rapaiga excelente =D

RuteRita disse...

óh obrigada fofinha (:
Tmbm sigo (:

Isabel disse...

É apenas o que sinto querida (:

Sara Santos disse...

Pois é, e são momentos muito bons :)

Uma casa colorida disse...

Admiro-te imenso, admiro imenso o que escreves ja desdeo teu antigo blog.

alexandrapinto disse...

Que blog lindo :D

alexandrapinto disse...

a sério? :$ obrigada eu *-*

Vanessa disse...

quero mais e mais

alexandrapinto disse...

Fico contente querida :$

alexandrapinto disse...

« mais uma prova de que es uma escelente escritora »
Fizeste-me sentir importante (a)
OH, obrigada :$
Mas não te esqueças que só a parte de baixo é minha *-*

Ana Filipa disse...

gostei imenso querida :D

alexandrapinto disse...

A sério? :$
Estou a ver que gostas mesmo x$
Obrigada mesmo, de coração :$

alexandrapinto disse...

Vou continuar. A escrita é muito importante para mim $:

Ruben disse...

Que rapariga com talento!

GizmoBatatunde disse...

AMO COMPLETAMENTE ESTE TEXTO *Q*. Tu és daqueles exemplos dos BONS textos. És das poucas pessoas que escreve com alma e coração :'). Continua assim :'D. Adoro-te oh :D

vera disse...

e a história ficou linda, só isso ! **)

vera disse...

como dizias por aqui que te lembraste desta historia assim do nada cheguei a julgar que fosse imaginada .
e ele ficou ?